Chalé Francês

    Residência eclética construída em 1910, para abrigar funcionários de alto escalão da Estrada de Ferro Sorocabana, é uma das únicas na região, dentro da determinada tipologia “chalé” que ainda remanescem. Juntamente com sua envoltória, (a Estação da Estrada de Ferro Sorocabana, o Museu Ferroviário e o Palacete Scarpa) forma o mais preservado conjunto arquitetônico resultante da prosperidade ferroviária da EFS, período entre o final do século XIX e início do século XX.

   Diante do interesse do poder público neste espaço, a arquiteta elaborou um estudo de recuperação, pesquisando seu histórico, seu estilo arquitetônico, sua importância e influência no contexto urbanístico. Foram realizados levantamentos cadastrais e fotográficos, e sugestões de intervenção. Este trabalho despertou o interesse dos munícipes pelo patrimônio, resultando em ações de investimento.

   Em 2009 o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) recuperou o imóvel para estabelecer sua sede na cidade. Esta ação respeitou as principais características originais do imóvel, que encontra-se em estudo de tombamento pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). Atualmente, o casarão é sede provisória do MACS (Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba).

Levantamento e Estudo Histórico de Patrimônio – 395,00 m2 – 2007
a serviço da Prefeitura Municipal de Sorocaba

Matéria da inauguração do Chalé Francês – http://jornalipanema.com.br/noticias/cultura/2592-chale-frances-e-inaugurado-nesta-segunda-na-abertura-da-udesign

Crédito das imagens: http://designsorocaba.com.br/udesign/
Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba: www.macs.org.br

chale3

Anúncios

Os comentários estão desativados.